Você acha muito injusto que só ela/ele tenha o poder de desligar os ouvidos quando dá vontade. 

Afinal, às vezes você também gostaria de deixá-la(o) falando sozinha(o) para ver como é bom!

Você pode roncar feito um porco a noite inteira sem ficar com medo que ela/ele peça o divórcio.

Só não esqueça que ronco faz a cama vibrar, portanto não se assuste se ela/ele disser que você ronca.

Você pode soltar puns sem medo se o IC dela/dele estiver desligado.

Mas se por acaso não estiver e se por acaso eles não forem muito cheirosos, já sabe!

Você vira expert em tudo o que diz respeito a implante coclear.

E se interessa mais pelos últimos modelos de IC do que pelos últimos modelos de carros/bolsas/sapatos…

Você pode conversar no escuro com sua mulher/seu marido surdo.

E isso é muito louco!!

Você nunca sabe se ela/ele não ouviu ou se fingiu que não ouviu.

Convenhamos, você com certeza já ficou com a pulga atrás da orelha tentando adivinhar se ela/ele realmente não ouviu alguma pergunta séria ou se fingiu que não ouviu para ganhar mais tempo para pensar na resposta…

Você adquire a mania de ficar olhando para as orelhas das pessoas.

Só pra checar se encontra outro usuário de implante coclear e faz uma amizade.

Você desenvolveu sua própria surdez seletiva para lidar com as perguntas e comentáriosnonsense que as pessoas fazem.

‘Nossa, que coisa grande!’, ‘Será que o filho de vocês também vai ser surdo?’,’Que coragem a dela(dele) de usar esse negócio’.

Você se sente estranho ao pensar que quando ficarem velhinhos ela continuará escutando enquanto você possivelmente terá perdido (boa parte da) sua audição.

Hoje é você quem tem os ouvidos ‘confiáveis’, amanhã, será ela/ele.

Você virou o ninja da checklist.

‘Trouxe pilha? Recarregou a bateria? Cadê o controle remoto? O cabo de áudio tá na bolsa? Guardou o carregador do Mini Mic?’

Você precisa saber o significado de cada mísero som do mundo.

Afinal, ela/ele vai te olhar alguns milhares de vezes e perguntar: ‘Que barulho é esse?’

Você se sente sozinho quando ela/ele está sem o implante coclear.

O momento mais triste do dia é quando ela/ele avisa que vai tirar o IC para dormir!

Fonte: Site Crônicas da Surdez. 

Comente